.
Geralmente entro numa livraria mais ou menos certo do que vou levar. Já chego lá com alguma indicação ou em busca de livros de autores que eu já gosto. No caso do “A Vida do Livreiro A.J. Fikry” não foi assim. 

Eu estava lá olhando as estantes como quem não quer nada e pá, esse livro pulou na minha frete. Comprei pela capa e pelo título. Como que eu, que sempre quis ter uma livraria, não ia me interessar em saber mais do livreiro A.J. Fikry? Levei pra casa sem pensar muito e foi um grande acerto.
 
 
 
O livro é sobre isso mesmo que o título diz que é. É sobre a vida de um cara que tem uma livraria. Mas antes de tudo, e principalmente, é uma história de amor, em todos os sentidos da palavra amor e em todo o tipo de relação que ela pode estar inserida. Ah, é também sobre descobrir o que você ama e como isso define quem você é. 

“No entanto… Tinha passado horas com o homem nos últimos seis anos. Só conversaram sobre livros, mas o que, nessa vida, é mais íntimo do que livros?”

Sabe outra coisa massa? A.J. passa a história toda te dando dicas de outros livros e autores e fazendo comentários sobre eles. É tipo um bônus. Um palito de picolé premiado.

Vá sem medo de encontrar um boa história e boa leitura pra quem vai.

Bjs!
 
Téo Brito é sócio da Printerama, ilustrador, VJ da MtéoV e contra o escanteio curto.
instagram | twitter